APOLOGISTAS DE PLANTÃO





Renato A. T. T. Moul
27/02/2012






O dilúvio

Diante de tantas polêmicas lançadas entre a ciência e a fé, encontrei um tema bastante relevante para ser discutido, à luz dessas duas áreas, completamente distintas, porém complementares. Como bem sabemos, foi um fenômeno criado por  Deus, face à rebeldia e desobediência do homem. Após a saída de Adão e Eva do Jardim do Éden, com o passar do tempo e do constante crescimento populacional, ainda nos primórdios da humanidade, a imoralidade crescia no meio do povo, entristecendo até mesmo o Seu Criador (Gn 6.5,6). Sendo assim, o Senhor em toda a Sua soberania, ordenou à Noé, único homem justo naquela época, que consruísse para si uma grande Arca (Gn 6.14), a fim de que sua família e representantes de todas as espécies de animais fosse preservados e pudessem, ao fim do dilúvio, reestruturar a terra, através da multiplicação reprodutiva ( Gn 6.18,19).

A Bíblia dá-nos todos os detalhes relacionados à este grande acontecimento. Por outro lado, adeptos de outras áreas, que não religiosas, contestam e refutam muitas das informações das Sagradas Escrituras. Mas, ainda assim, podemos encontrar grandes nomes e obras da História, referindo-se ao dilúvio. É o exemplo de Marco Polo (navegador), Flavio Josefo (historiador), Gilgalmesh (poema babilônico), Mozes (historiador armeniano) e tantos outros. O diluvio ocorreu aproximadamente há 1656 anos depois da criação, ou seja, 3300 anos antes da vinda de Cristo à Terra, durando 371 dias, onde apenas 40 foram de chuva ( Gn 7.17). Se olharmos para o conteto daquela época, os homens viviam aproximadamente 950 anos, logo depois há uma queda crescente na longevidade. Noé viu até a sua décima geração: Lameque era seu pai, morreu dois anos antes do dilúvio; Matusalém (o homem mais velho da Bíblia) seu avô, morreu no ano do dilúvio. O construtor da arca teve três filhos: Sem, Cam e Jafé (Gn 7.13), todos casados. Noé teve avô, tios, pai, mãe, irmãos, irmãs, sobrinhos, primos, mas SOMENTE seus filhos, noras e esposa entraram na arca, totalizando oito pessoas!

E de onde veio tanta água, para sustentar toda essa cheia? De acordo com a Bíblia, Deus usou água subterrânea e água de chuva, e depois essa água foi recolhida para os abismos (Gn 8.1-3). Perceba que águas dos lençóis freáticos irromperam, além de uma forte e constante chuva que caiu sobre a terra, contribuindo até para que os montes fossem cobertos (v. 19). E assim, fica outra pergunta: depois do dilúvio, qual foi o destino de toda essa água? Muito simples, mesmo na Palavra encontramos a resposta, no versículo 3, do capítulo 8: “E as águas tornaram de sobre a terra continuamente”. Essa última palavra, no original hebraico, é traduzida como “indo e tornando”. Ou seja, Deus já estabelecia um ciclo hidrológico contínuo, com evaporação, absorção e precipitação da água, balanceando a quatidade de água que havia na terra e nos céus. Veja ainda que essa ação de esvaziamenteo foi gradativa e decrescente (Gn 8. 4-6).

Com relação à arca propriamente dita, surge outra pergunta: como é que caberiam tantos animais (muitos deles selvagens), naquela humilde e rudimentar construção? Muito simples. A Arca possuía 133m de comprimento, 22.25m de largura, 13m de altura e com três pavimentos. Desses três pisos, dois estavam abaixo d’água, por causa de seu peso e carga. Ou ainda, pode ser comparado 360 conteinêres de 40 pés ou 3400 jaulas de 12m cúbicos cada, ou  à quase 6.370 carros, como os Corsas VHC( com área de 6,28m2), por exemplo ou à aproximadamente 120.000 animais do tamanho de uma ovelha. É pouco ou dá para o gasto? A porta da arca abria de dentro para fora, o que é legal, pois a pressão da água abriria a porta, afundando a embarcação. Há ainda outro detalhe, que foi o fato de dois indivíduos de cada espécie de animal( macho e fêmea) entrarem na embarcação. Os animais limpos e as aves vieram de sete em sete. Deus disse que dois de cada um VIRIAM até Noé, ele só teve o trabalho de colocá-los na Arca (Gn 6.20).Nessas dimensões pôde comportar todas as 23 600 espécies (exceto peixes e insetos), totalizando aproximadamente 47 200 animais. Devemos lembrar que Noé usou madeira de cipreste, além de betume (piche), para impermeabilizar a Arca.

É interessante o fato da Arca ter boa parte submersa, pois indagamos como poderiam tantos animais estarem juntos, haja vista que seria necessária uma quantidade enorme de alimentos, além de espaço para serem guardados os excrementos desses animais. Porém, não foi preciso tudo isso, pois boa parte dos animais entraram em hibernação/torpor nos escuros e frios pavimentos inferiores, contribuindo para um menor metabolismo e consequentemente, menor necessidade de alimentação e excreção. Por fim,curiosos relatos de testemunhas oculares da arca, que nunca se encontraram pessoalmente,mas descreveram-a com os mesmos detalhes, valem a pena ser conferidos. É o caso de George J. Greene (1902), engenheiro de minas que sobrevoou o Monte Ararate, fotografando um aparente navio no topo da montanha e Ed Davis (1943), um sargento americano que diz ter visto um pedaço da Arca, em regiões na atual Armênia.

Ficam aqui essas informações para você avaliar e usar em eventuais debates e conversas. Bons discursos aos “apologistas de plantão”. Paz!

Com informações da palestra “O dilúvio”, ministrada pelo professor Dr. Adalto Lorenzo e da revista Mundo Estranho (Ed. Abril), edição 122.
Renato A.T. M. Moul
27/02/2012

8 comentários:

Bárbara Rafaela Lima disse...

Muito bom!:)
O Renato sabe provar, como ninguém, o que há nas escrituras e que a ciência corrobora.

Luiz Henrique disse...

Deus te abençoe renato, e te conceda ainda mais conhecimento!!! :D

Rodrigo Caitano disse...

Muito bom Renato, usou a bíblia para revelar um pouco da ciência.

John Kenedy disse...

muito bom, imagino que cada dia mais DEUS tem usado seus servos que com conhecimento a prova da ciência, tem esclarecido muito das duvidas que a humanidade tem em relação aos feiros de DEUS!

DEUS disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Monique Anne disse...

Ótimo texto, dentro da palavra de Deus e usando o ciência humana. Que Deus continue te abençoando e te usando sempre :)

Maria Alice Kullok disse...

Sem palavras, coisa linda de Deus!!!!!
Deus é maravilhoso!!!!

Rodrigo Tomaz disse...

Esse vaso de Deus muito me alegra!!! Suas palavras merecem honra pois vêm de Deus! Sua inteligência é notável e que com ela você possa instruir muitos sobre o Reino do nosso Pai! Fica na Paz!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquisar este blog